02.03.10

Naquela noite, houve magia...

 

Uma dança próxima, mais próxima do que qualquer outra que me consiga recordar.

Olhares trocados, toques que arrepiavam, um passo compassado e uníssono, destoante do bater do meu coração...

O tempo que voava com a sucessão das músicas.

Sentia-se uma proximidade incomum, estranha e invulgar a todos os outros sentimentos que sempre nos uniram.

A cada gesto, precediam-se reticências... sentia que algo ficava por dizer ou por fazer...

 

Depois aquele longo abraço, e como eu gosto daqueles abraços!


Fez-se magia naquela noite...

 

publicado por Vera às 18:14

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



"Quem se aborrece com a repetição, porque não é capaz de gozar as subtis diferenças que ela nos traz, não conseguirá mais do que repetir o seu aborrecimento, mudem o que mudarem os seus hábitos quotidianos". (Fernando Savater)
mais sobre mim
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


arquivos
2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2005:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO